início do conteúdo

IFMT firma parceria com MPT para implantar projeto de fazenda agroecológica

Publicado em: Reitoria / 22 de Novembro de 2018 às 13:48

Um acordo de cooperação técnica para a realização do projeto de extensão “Implantação do Centro Vocacional Tecnológico de Agroecologia e Produção Orgânica do Cerrado”, a ser implementado no campus São Vicente do IFMT, foi celebrado entre o IFMT, a Procuradoria Regional do Trabalho da 23ª região e a Fundação Uniselva. A assinatura do acordo foi na tarde da quarta-feira (21), na sede da Procuradoria Regional do Trabalho, em Cuiabá.

O objetivo do projeto é criar um Centro Vocacional Tecnológico Referência em Agroecologia e Produção Orgânica (CVT do Cerrado), visando a construção de conhecimentos e desenvolvimento de práticas aliadas ao ensino, pesquisa e extensão, sendo um referencial para a produção de alimentos saudáveis.

Na avaliação do procurador-chefe substituto do Ministério Público do Trabalho PRT 23ª Região Rafael Mondego Figueiredo, a parceria com o IFMT é positiva por possibilitar o fomento à agricultura sustentável, que não ofende nem ao meio ambiente nem aos trabalhadores.

“O Ministério Público tem esse norte, de dar um retorno de sua atuação à sociedade. E nesse momento de crise financeira é importante ter uma visão social e destinar os recursos obtidos em condenações a essas finalidades. É muito tocante observar o que pode resultar da nossa atuação, além de combater a ilegalidade promover uma união de forças para trazer melhorias de condições de vida à sociedade”, pontuou o procurador-chefe.

Representando o reitor Willian Silva de Paula, a reitora substituta Gláucia Mara de Barros aprovou o alcance da iniciativa. “São duas instituições comprometidas com o bem comum estabelecendo uma importante aliança. O IFMT mais uma vez oferece à comunidade interna e externa o seu melhor: a educação. Em contrapartida o investimento do Ministério Público do Trabalho nos fortalece e nos credencia para que outras instituições do mesmo porte e com a mesma credibilidade venham ao nosso encontro e possamos firmar parcerias tão fortes e seguras quanto esta”, destacou.

Pioneirismo - O caráter pioneiro da fazenda agroecológica dentro do maior campus agrícola do país foi ressaltado pelo pró-reitor de Extensão do IFMT, Marcus Vinícius Taques Arruda e pelo diretor-geral de São Vicente, Livio dos Santos Wogel.

“O CVT, além de inédito será uma referência na região e nos aproximará da comunidade. À medida que o projeto for sendo executado, as capacitações oferecidas, surgirão novas demandas e novas possibilidades de ação com esse público”, observou Taques.

"Esse projeto de agroecologia demonstra uma nova maneira de fazer produção agrícola, atingindo não apenas o agronegócio mas também a pequena escala, com nenhum uso de agrotóxico. O IFMT abre esse espaço para ensino, pesquisa e extensão de qualidade contemplando diversas formas de produzir", completou Livio.

O pró-reitor informou que só em 2018,  já foram destinados, pelo Ministério Público do Trabalho, mais de R$ 800 mil para investimento na melhoria da infraestrutura e aquisição de equipamentos como contrapartida à execução de projetos de extensão no instituto.  

“Isso sem contar os R$ 650 mil do convênio de hoje. Para nós esse apoio representa muito. Somando todos os recursos o MPT disponibilizou o equivalente a cerca de 22% do valor do nosso orçamento para investimento em 2018. E essa captação de recursos externos para o IFMT não era uma prática da instituição”, avaliou Taques.

Também participaram da assinatura do convênio o professor Dalmir Kuhn, responsável pela elaboração do projeto e a professora Marleide Guimarães de Oliveira Araújo, chefe do Departamento de Extensão do campus São Vicente.

Marcadores: ifmt_1

início do rodapé

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso

Avenida Sen. Filinto Müller , 953 - CEP: 78043-400

Telefone: (65) 3616-4100

Cuiabá/MT